quinta-feira, maio 14, 2009

Uma prenda de uma leitora


(clicar para aumentar o tamanho)



Uma minha visitante, a Maria, quando viu o meu post de Domingo passado, lembrou-se de que que tinha uma revista da época, «A Águia», com um desenho do pintor António Carneiro.
Teve a simpatia de mo enviar e assim chega hoje ao Pópulo uma prenda para todos - directamente da Maria.


Obrigada, Maria!

E muito apropriado. Se agora não precisamos de um D. Sebastião, nem sei quando precisaremos...


6 comentários:

Joaninha disse...

O desenho é bem bonito e muito «de época». Boa ideia a da Maria!
Realmente anadamos mesmo a precisar de um D. Sebastião para unir as hostes contra Castela - se Castela forem todos os maus da fita.

sem-nick disse...

'Brigado, Maria!

King disse...

Eu cá não sei se esse não tem sido um dos nossos mais graves pecados: esperar pelo D. Sebastião, traduzindo, esperar que uma intervenção sobrenatural venha cá resolver os nossos problemas.
Ou arregaçamos as mangas e passamos à acção ou nada nos vai acudir.

O que não quer dizer que não aprecie o desenho, oh Maria.
Não tava mal que também cada um que tivesse algo de giro o mandasse para o Pópulo. Já que não temos blogs (estou aqui a falar para a Joaninha, Zorro, Sem-nick, etc, etc)

kika disse...

É melhor não ficar á espera do D. Sebastião e o king já disse, o que acho. O desenho é bonito sim e o poema ? Ampliado consegue ler-se.Oh my God!!

josé palmeiro disse...

Quem por aqui anda, já estava à espera que a "prenda" aparecesse.
Cá está ela!
Obrigado à Maria e à Emiéle.
Linda a página da "Águia", de uma época em que, so verdadeiros artistas, colaboravam, nessas coisas da cultura, acessível a todos e aqui temos um extraordinário exemplo. Um magnífico poema do "Miguel Unamuno" ilustradopelo desenho, apropriado do "António Carneiro".
Quanto ao sebastianismo, estou com o King, só nós, temos o futuro nas mãos, por isso!!!

zorro disse...

Pois é.
Também estava à espera, a Emiéle ontem avisou!
boa ideia a da Maria. Se não tem blog, ao menos pode partilhar as coisas que tem.