domingo, março 29, 2009

Viva a blogosfera

Já aqui o repeti várias vezes: Durante os anos em que «tenho andado por cá», tive um ou dois conflitos (e pequenos) com colegas da blogosfera, mas tenho recebido autênticas prendas de outros colegas com quem só tenho um relacionamento «super-virtual»!
Desta vez foi o amigo do
Pipáterra – que está ali, nos meus "blogs de estimação"!– homem que tem sempre bastante humor e que eu não visito com a frequência que ele merece, que ao ver a minha queixa de que os riscos dos fios eléctricos estragavam a foto que deixei aqui ontem, teve a amabilidade de pegar na minha fotografia e ma devolver limpinha...
O que é que se diz?

Ficamos um pouco sem jeito.

‘Brigado, amigo! A blogosfera pode ser é um local bem agradável!

Antes

Depois

4 comentários:

joaninha disse...

Tem a sua piada que as vezes em que nos falas da blogosfera deixa-nos com um pouco de água na boca.
Deve mesmo ser um mundo giro.

De resto, quem passa pelo Pópulo como nós, acha que é difícil tu criares assim uns ódios como vemos noutros blogs. Dás sempre a tua opinião mas de um modo não ofensivo e até conciliatório. Para ser franca, quase me parece que conciliatório demais, por vezes. Um pouco de «sangue» às vezes não faria mal....

O tipo do Pipáterra tem realmente graça e escreve de um modo giro. Já passei por lá, há uns tempos quanso uma vez o citaste, mas não costumo.

Ah, e a foto fico de facto mais bonita ainda...

King disse...

Também acho graça, Joaninha.

Já tenho pensado em criar um blog por isso mesmo, para «entrar na roda»!
:))))

Que simpático o pipaterra!

josé palmeiro disse...

É mesmo o que dizes, Joaninha!
Isto da blogosfera, é um mundo! Encontra-se de tudo, mas o bom, é como o azeite, vem sempre ao de cima e este caso do Pipáterra, é evidente. Também por lá passo, não com tanta frequência como merecia.
Um abraço para ele, que deixou a foto, uma maravilha, sem cabos electricos.

Emiele disse...

Gosto dessa imagem do azeite.

É isso. Tal e qual o que queria dizer. O que não presta vai ao fundo, mas encontramos pessoas simpatiquíssimas e eu tenho tido óptimas experiências.