quarta-feira, março 18, 2009

Câmara de vigilância? Pfff..

Simples como um balão.



14 comentários:

AB disse...

Pfff! e as que são só a "fingir?AB

Mary disse...

Oh Emiééééle!!!

A gente ontem meteu-se contigo por escreveres uma média de 4 posts por dia, mas não era preciso mostarres logo a seguir que também te sabias conter!
:)

LOL!!!
Hoje foi o dia dos 2+1, ou seja dois escritos e um boneco.
Tá bem.

zorro disse...

É simples o quê, Emiéle? Eu cá interpretei a frase como sendo simples a 'sabotagem' à câmara. Foi isso que querias dizer?...
Cá para mim esta coisa é mesmo um pau de dois bicos. Por um lado é verdade que nos invade a privacidade, mas também é um modo de nos proteger ou pelo menos reconhecer um malfeitor.
Não sei se tem validade em tribunal, mas...

sem-nick disse...

... como um balão pode sabotar a coisa? E até parece preso com pastulha elástica ou coisa assim!

Mas a AB tem razão, muitas dessas pseudo-câmaras são só a fingir. Até há quem faça propaganda disso! Eu penso que só resultam se estiverem escondidas e protegidas ou vão abaixo até com uma bolada certeira...

Mas o boneco tem a sua piada.

Pedro Tarquínio disse...

Detesto camaras de filmar com funções de vigilância. Tiram-nos privacidade e não têm protegem ninguém. Conheço sítios, outrora vigiados por polícia, que agora graças às camaras apenas se fazem reportagens de tv a mostrar os assaltos com as imagens obtidas.

Se a ideia da foto é lutar contra esta forma de intromissão, agrada-me.

josé palmeiro disse...

Estou, incondicionalmente, com o Pedro Tarquínio.

King disse...

Vamos lá a ver:
A minha primeira ideia era alinhar incondicionalmente com aquilo que disse o Pedro e o Zé e creio que também era a ideia do sem-nick. E é iso - aí uns 75 ou 80 % de mim tem essa posição, irrita-me a sistemática invasão da privacidade. e se para além disso, o que diz o Pedro Tarquínio for verdade (não tinha essa noção) ou seja que agora as Câmaras substituíam os polícias, então ainda mais.
Contudo 25% de mim, pensa que esse sistema (se for bem utilizado) pode ajudar a apanhar alguns malfeitores que de outro modo nunca seriam identificados. Se o que o Pedro T. diz for assim, e as TVs mostrarem as imagens dos assaltos,então os tipos estão identificados e é só ir «colhê-los»..
:)

Finúrias disse...

O balão continua sem sabotar a vigilância. vamos massé quebrá-las :)))

Era giro este País ter uma em cada esquina :))))

kika disse...

Cá pelo meu prédio existem, e cá para mim estão desligadas...A verdade é que tiveram um efeito disuasor,pois apesar de haver porteiro durante o dia , durante a noite aquela coisa produz efeito naqueles que se se esqueciam da chave, e abriam a porta ao empurrão , implicando despesas no condominio.Deixou de acontecer o que foi bom para todos

Emiele disse...

Olá Mary! Como vês isto «tem dias»... Às vezes ocorrem-me muitas coisas, outras vezes nem por isso. E (nem sempre!) acho piada a que o post que se vê quando abrimos o blog seja algo engraçado.

Aqui não quis tomar posição. Estou como o King, mas ainda numa mais percentagem mais fifty/fifty... Há prejuízos (essa questão da vida privada) e há benefícios. E a vida mesmo privada, será bom que não se passe assim muito em público! :)

O que a Kika diz, tem a sua piada, porque mesmo que como sugere a AB sejam só a fingir, na dúvida, algum vandalismo sempre se evita!

Palmeiro disse...

Simples, subtil e extraordinário! O mais engraçado é que deve ter deixado os cabelos em pé a uns quantos supervisores de fato e gravata, desfraldados...

Emiele disse...

Claro, Palmeiro. Imagino o que esta ideia elementar não pode ter assustado os especialistas muito eficientes!!!!

eMe-a-eMe disse...

: )

Nós, Os Cachorros!!! disse...

Voce acha coisa bárbaras...