terça-feira, novembro 25, 2008

O IVA

Dizem que o IVA é um «imposto cego». Ou seja, abrange toda a gente.
Como incide sobre o consumo, seja quem for que consuma aquele produto é apanhado por ele. É certo que há uma escala de valores, cá em Portugal. Certos produtos têm um IVA mais elevado do que outros, considerados fundamentais.

Mas é ainda uma taxa muito forte, que aumenta muito o valor daquilo que se compra! Muitas lojas fazem a soma dos preços e acrescentam no fim o valor do IVA antes da soma total, e a loja que eu conheço onde os preços estão afixados «sem IVA» e só quando chegamos à caixa sabemos o valor que vamos pagar de facto é considerada por muitos como uma ‘ratoeira’, porque se vai muito ao engano...
Isto para sublinhar que a Inglaterra, a tal Inglaterra que produziu um Tony Blair modelo do nosso Primeiro Ministro, decidiu baixar o IVA, como factor para reactivar a economia e devido à tal crise, o governo britânico, considerou que deveria «garantir empréstimos às PME, confrontadas com dificuldades para aceder ao crédito» através dos Bancos.
De facto por cá também se mexeu no IVA.
De 21 para 20. Alguém notou a grande diferença?

Aí um cêntimo no açúcar...



11 comentários:

AB disse...

Eles fazem contas globais.De 21% para 20% o Estado deixa de "encaixar"sei lá qt.Mas o consumidor normal o das 250 grms de qq. coisa quasi não dá por nada.Claro que num Chaumet dá-se por isso....AB

Emiele disse...

Lá nas Ilhas (Britânicas, não são as nossas...) o IVA pelo que se lê vem cá para os 15%. Nós andamos a dançar entre os 21 e os 20...
(mas o orçamento, agora com esta trapalhada do BPN anda para aí aos trambolhões...)

king disse...

Depois do BPN salvo in extremis, outros se perfilam para um tratamento semelhante. Mas sem tanta sorte. Por exemplo: o Governo prepara-se para deixar cair o Banco Privado Português
E em que medida o salvar o famoso BPN não foi um golpe terrível no nosso equilíbrio já tão débil?... Porque esta «nacionalização» que dizer que todos vamos pagar os prejuízos.

Quanto aos argumentos sobre o IVA, pelo que entendo, é que é uma quebra na altura para uma lucro mais tarde.

Mary disse...

Por acaso isso do IVA engana mesmo!!!!
Fui este fim-de-semana com uns amigos que têm um cartão da Makro - têm uma empresa e direito a cartão. Vi uma maquineta que estava marcada com um preço excelente. Ainda me decidi, já agora aproveitava.
Quando fiz o pagamento na caixa, senti o barrete até aos tornozelos - com os vinte e tal por cento a mais, saiu mais caro do que na Worten!

kika disse...

Se comprares produtos diferentes no que respeita a Iva , eles nao podem acrescentar no final, o Iva via de 5 a 20 por cento , pois pao e caviar nao é a mesma coisa pois não? Isso é fraude e deve ser denunciado.

kika disse...

só para corrigir vai de 5% a 20%,

Joaninha disse...

Não sei se a Kika se estava a referir ao post a ao comentário da Mary. O IVA está definido, e com várias categorias, isso creio que não se discute. Mas na maioria dos supers, vem o preço do produto e por baixo de cada um o que corresponde ao IVA. No final vem o preço «em bruto» depois o correspondente IVA da totalidade, e por último a soma do preço em bruto, mais o IVA e dá o que temos de pagar. Acho que fazem isso para mostrar bem que parte do que estão a receber não é para eles.
O que a Mary diz (e eu também já experimentei essa sensação...) é que na Makro, o preço afixado é sempre sen ivae nós temos de fazer mentalmente o ajuste. Ao chegar à caixa a menina faz o tal 'ajuste', e muitas vezes ficamos de cara à banda, porque nos esquecemos de pensar nisso quando metemos a coisa no carrinho.

sem-nick disse...

Com IVA grande ou pequeno o certo é que com o Banco Português de Negócios nacionalizado o Orçamento do Estado teve de ser todo reformulado
Se calhar, sem essa gracinha, talvez se pudesse mexer no IVA e tal como em Inglaterra ajudar assim a «reactivar a economia».
Escolhas, não é?...

josé palmeiro disse...

O IVA, A IVA e todos os derIVAdos, são a nossa desgraça. Por isso, eu fui para os Açores.

kika disse...

Joaninha tens toda a razão obg. Contudo na Makro deve ser uma tecnica de vendas, pois aí não podem fugir , mas como bem dizes constata-se que no final ficou mais caro que naq worten. O pior ´quando pedes um orçamento para qq coisa e te perguntamQuer com iva ou sem iva, consultórios ás vezes , se pedires rebibo etc etc
No post refere as opções dos governos , mas aqui em Portugal, falido como está com uma divida externa assustadora, que vai aumentar cerca de 30%, não estou a ver a baixarem o Iva para proteger as classes média e baixa pois parece que os vejo mais preocupados com os "Pobrezinhos"

Emiele disse...

Neste post tenho de agradecer aos comentadores que com os links que deixaram melhoraram muito a 'isca' que deixei.
De um modo geral muito do que escrevo são uma isca a ver o que acrescentam. Muitas vezes não resulta mas desta foi em cheio!