quarta-feira, outubro 01, 2008

Descubra as diferenças


Os nossos inspirados nacionalistas, depois do famoso cartaz de ano passado, onde se via um avião com os irónicos votos de boa viagem aos imigrantes que cá estivessem, lá decidiram levantar outro cartaz no mesmo sentido.
Naturalmente que dá muito jeito aproveitar a crise que se vive e as últimas histórias de delinquência para puxar de novo a bandeira xenófoba.

Natural.

E como no poupar é que está o ganho, começaram por poupar na imaginação, e vá de se ‘inspirar’ num cartaz que os seus camaradas suíços inventaram – a expulsão das «ovelhas negras» (que sorte serem negras...) do redil das inocentes ovelhinhas brancas.

Mas por cá os nacionalistas são bem mais musculados!
Na Suíça são precisas 3 brancas para escoicearem uma negra, mas em Portugal basta uma ovelha branca para mandar pelo ar 6 das ovelhas ronhosas negras.


Isso é que é!



10 comentários:

Mary disse...

Está bem visto.
A malta de cá é valente à brava, mesmo com esta desigualdade numérica, chegam bem para «eles»!

king disse...

A Isabel do Troll chama a atenção para «um pormenor» - no cartaz suiço, ali na ovelha negra que está ser expulsa estão os portugueses que para lá imigraram. Estes senhores do PNR estavam distraídos.
Claro que quando os imigrantes somos nós, 'embraquecemos' logo!

Miguel disse...

Olá emiéle e demais companheiros :)

Hoje é curta, a visita. Mas suficiente para achar muito interessante este post. Quer pelo que aqui escreveram a mary e o king. É tal e qual! E um piadão à tua ironia. Sabes como é, macho que é macho, ainda por cima puro sangue lusitano, é assim mesmo!

(com o passar dos anos, ando a radicalizar algumas formas de pensar: a tentação da ilegalização de certos movimentos e religiões é terrível!)

josé palmeiro disse...

Gostei, Miguel!
A tua ironia junta à dos restantes companheiros, incluindo a citada Isabel do Troll, vem fechar o circulo em que esses energumenos vegetam. Já agora, só dizer que essas "ovelhas negras", têm o leite branco e, esse, eles bebem-no.

Cometa 2000 disse...

:)
brilhante ironia.
muito bom!

king disse...

É também o que eu sinto, Miguel. Dantes eu também tinha umas posições mais suaves em relação a certas coisas. Com o tempo há mais coisas a irritar-me (se calhar ando intolerante com a intolerãncia, que raio de jogo de conceitos...)

Emiele disse...

Quando escrevi o post, ainda não tinha visto que outros colegas aqui da blogosfera também tinham puxado o assunto. Confesso que escrevi ainda ontem, ficou em suspenso, e entretanto entraram outros sobre o mesmo assunto. Ainda bem, que não estou sozinha a ver a questão! Só que se tivesse estado com atenção teria feito links para os outros blogs. Sorry!

É certo que estes tipos são poucos, mas não me parece sensato que os desvalorizemos. Tem mais peso do que pode parecer, e se tomam o freio nos dentes pode haver por aí uma violência descontrolada.

Alex disse...

Pois não consigo comentar, nada me ocorre...
Há portugueses assim... Há Pessoas assim?
Grunf... acho que estou a ficar enjoada... Vou ali ao WC
Mas volto!

Manga dalpaka disse...

Esta malta é valente que se farta!

Emiele disse...

Olha a Manguinha já voltou!!!
E nda a pagar as visitas. Pois é, amiga, é gente valente! Basta um para escoicear sete, perdão seis! (estava a pensar no alfaiate)

Alex - Há gente assim, pois. Não sei o que pensarão dos nossos imigrantes, devem pensar que como são portugueses são logo feitos de outra farinha.