domingo, outubro 11, 2009

Uma música ao Domingo

Bem, hoje a "música ao Domingo" é de mim para mim, acordei com ela no ouvido...
:)
É uma canção velhinha, velhinha, que a minha mãe cantava quando eu era pequena.
Sempre a achei muitíssimo alegre, mesmo quando ainda não percebia a letra. Cantarolava-a apenas com lá-lá / lárá-lá-lá... e sentia-me bem disposta.
Encontrei-a aqui, num disco dos anteriores ao vinil, os de 78 rotações!
Eu tenho a canção cantada pelo Georges Guétary, ainda num vinil velhinho, que ouvi vezes sem conto e, mais modernamente, numa colectânea cantada ainda pelo Henri Garat (mas não consegui o acesso ao servidor para a deixar aqui) pelo que esta solução já me satisfaz.

Senhoras e senhores, Avoir un bon copain / Voilà c'qui y a d'meilleur au monde!

Hoje a música de Domingo é para mim.

9 comentários:

AB disse...

E eu, já agora, aproveito que adoro a canção.Começa-se a sorrir às primeiras notas...Por acaso não tenho nem em vynil porque me lembro dela ainda em acetato(havia lá em casa com capa de papel pardo)e tenho ali uma colectanea de musica francesa dessa época com uns 5 CDs mas essa não consta.AB

AB disse...

Mas olha que esta capa é do melhor Ben Berlin "dance" Orchestra e "film parlant"vem realmente de um outro universo...AB

Emiele disse...

Tens a certeza de que não consta, AB? E que deve ser a mesma colecção que eu tenho. Chama-se «Chantons Français» não é? Este é o volume 1925/1933 e chama-se 'La grande vie/oublier la crise'. É no cd 1, canção 17 (entre 'serait ce reve' de Lilianne Harvey e Henri Garat, também, e 'Comme um moineau' de Berthe Sylva).
Podemos sempre fazer uma cópia, é claro, se quiseres.

Emiele disse...

Film parlant é engraçado, não é? Foi das coisas que me chamou também a atenção!!!

AB disse...

Não é.Aliás tenho mais do que uma e não consta em nenhuma delas,quer dizer nenhuma delas é essa.AB

Joaninha disse...

:)))))))
Adorei!
A canção por um lado e o diálogo AB/Emiele que parecia estarem no messager :)))
A canção não a conhecia assim "com intimidade", mas tenho uma ideia de a ter ouvido num filme giríssimo chamado, creio, "C'est toujours la meme chanson" que passou há anos no Nimas.
Mas é realmente muito alegre.

Emiele disse...

:)
Tens razão Joaninha.
Era um filme giríssimo!

josé palmeiro disse...

Nada me poderia deixar mais feliz, neste dia de eleições. Acertaste em cheio, Emiéle.
Depois, estou como a Joaninha, o teu diálogo com a AB, é o complemento ideal para a música que não é só tua, dado que ao colocá-la aqui, a está a partilhar comnosco.
Pela minha parte, eternamente grato!!!

Emiele disse...

Ainda bem que gostaste, amigo.
Pois, a "conversa" com a AB é que como estávamos as duas no pc, deu jeito... :)
Mas olhando de fóra é um tanto cómico.