sábado, agosto 01, 2009

Começam as férias



Ora bem, as minhas férias são passadas – excepto um ou outro passeio maiorzito – na minha casinha de bonecas, para onde vou também aos fins de semana. O que quer dizer que não preciso de bagagem nenhuma, para além de meia dúzia de teeshirts.
E também quer dizer que não preciso de arrumar coisíssima nenhuma quando chego, o que é um alívio! As camas estão feitas, as toalhas nos toalheiros, e até o frigorífico tem sempre alguma coisa para quando se acaba de chegar cá, se me der na cabeça durante o ano vir cá de improviso. De resto a roupa suja vai para a senhora que vai cuidando disto o ano todo, e volta já lavada e passada, e quanto ao pó é coisa com que não me ralo. Portanto estou em pleno descanso.
Mas...eu já sabia porque me conheço!

Aquele belo programa da Didas de começar o dia a não fazer nada para interromper para almoçar e continuar a nada fazer era sedutor, além do - claro que só 'uma semana' - uma semana sem fazer nenhum, mas por um lado implica hotel (como ela bem mostrou com as imagens de fazer inveja) e por outro é para quem não tem bicho carpinteiro como eu.
Impossível!
O que me vale é que sigo muito a tal opinião que «descansar é mudar de actividade».

Mas já meti na cabeça fazer hoje tanta coisinha, que descanso físico não é para já...
Só que na minha opinião sair da rotina é já um grande passo para descontrair e descansar.


Nem que seja um passeiozito a pé num sítio que é sempre a subir!
Depois é tão grande que o «centro» é já a seguir ali ao candeeiro!
(adoro estas placas locais, cheias de importância)

15 comentários:

sem-nick disse...

Linda menina! Realmente continuaste a deixar aqui o post de manhã, à tua hora habitual...
Até se imagina a Emiéle formiguinha diligente (ehehehe!) a não se sentir com jeito para essa coisa do 'fazer nada'.
Mas concordo imenso que "descansar é mudar de actividade", portanto mesmo que estejas toda enlameada com a terra do quintal porque estiveste a manhã toda a jardinar - estás a descansar!!!

sem-nick disse...

Esqueci-me de comentar a placa! Realmente essa do «Centro» dá muito sainete às terras minúsculas que ficam inchadas como um balão,
LOL!!!

josé palmeiro disse...

É mesmo a escolha acertada.
De resto férias, é isso mesmo, o corte radical com o quotidiano.
Pelas imagens, parcas que nos tens dado, do teu "refúgio" e assim terá de ser porque senão, não seria refúgio, mostram, ainda assim o idílico que é, para quem gosta de "campo", como tens, também, manifestado.
Mais uma vez, umas Boas Férias!
Quanto à placa, sse bem que se pode dizer o que o "sem-nik" diz, a mim parece-me, nos tempos que correm, uma excelente forma de campanha eleitoral!!!
Sei que estou a ser mauzinho, mas que queres, é o teu primeiro dia de férias.

Joaninha disse...

Olááááá!

A foto parece pequena mas quando se clica fica muita gira! Sempre me fez alguma espécie (mas concordo totalmente com o Z.Palmeiro, se desses mais dados deixava de ser 'refúgio') onde raio é isso porque dizes que é mais ou menos próximo de Lisboa, mas as imagens que dás com muros e casas de pedra até parece mais para o norte...

E tem graça esse «CENTRO» assim assinalado, se dizes que é ali mesmo.
Ihihihih!
Isto hoje com chuva (ou chuvisco) não deve dar muito para jardinagens, mas deves ter afazeres dentro de casa imagino.

Inté!

kika disse...

Um mês assim??? Ufa! Jamé!
Mas é esta diversificação de gostos, que tornam a vivência neste mundo suportável, pois se todos fossem para onde eu gosto, teria de fugir para um refugio como o teu!
Eu ficaria cansada de tanto descanso!
Oxalá tenhas bom tempo para aproveitar o ar puro do sitio,em que pelo menos, estarás em vantagem
no que respeita a gripá.....

Maria disse...

Emiéle, o teu "post" é de uma delicadeza e atenção para connosco, tocou-me!

Também partilho essa ideia e experiência de férias e, tal como tu, todos os dias, aqui no meu refúgio, tento fazer aquilo que me seria impossível fazer no dia-a-dia. O meu sítio fica numa zona, felizmente, ainda muito rural; é fácil encontrar-se pessoas com hábitos antigos, histórias de vida muito interessantes, quando me encontro com elas ficamos horas à conversa a trocar experiências, é muito bom!
A imagem da porta é um mimo! A referência que fazes à "placa" é muito sugestiva e o remate do sem-nick - "dá muito sainete" - termo que já não ouvia há tempos, aqui é do melhor!!!!
Aproveita, moça, como tu gostas, as férias!

Joaninha disse...

Kika, fiquei na dúvida, o «jamé» era para um mês pelo programa da Didas que a Emiéle referiu aqui, ou para o programa da própria Emiéle, que diz que fica activa embora com outro tipo de actividade?...
Ali a Didas também nos disse que era uma semana! E, tadinha dela, já acabou... :)

A Senhora disse...

É verdade! Cidades pequenas, mesmo aqui, tem essa placa de "Centro"! :)
Quanto ao seu refúgio, parece que tem muitas subidas e descidas, né não? ;)
As aulas dos meus, que teriam começado na segunda-feira passada, só recomeçam dia 17 de agosto por conta dessa gripe chata.
Que saudades da MINHAS férias...

beijinhos e bom descanso!

Mary disse...

Esta «Senhora» é uma simpatia que nos chega do Brasil! Boa aquisição aqui para o blog, Emiéle! Tanto sorriso a polvilhar os comentários deixa-nos logo bem-dispostas...
:)

De resto ainda bem que saíste ainda ontem (pelo que se percebeu) que isto hoje está um pequenino Inferno, tens ouvido as notícias?... Filas de quilómetros e quilómetros!!!! Não era a filha da minha mãe que saía hoje para férias. Vendo bem é um dia completamente perdido na estrada, antes ir amanhã com calma.
O teu início de férias parece-me bem simpático. E essas rosinhas brancas antes do famoso «Centro» da vila são um bom chamariz.

kika disse...

Olha Joaninha, ambos os programas para mim seriam entediantes.
Com 3 dias e já tinha de fugir...Tenho um refúgio parecido com o da Émiele e estou um ano sem o visitar.
Preciso de coisas sempre diferentes e dificilmente volto ao mesmo sitio( refiro-me a férias claro),mas acho que as pessoas devem estar onde se sentem bem e são felizes, e algumas provávelmente até em casa.
No problem !!!

Didas disse...

Mas eu fiz uns passeios a pé entre o quarto e a piscina que nem te passa! Boas férias!!!

Castanha Pilada disse...

Boas férias!!!!

Saltapocinhas disse...

Boas férias aí no teu lindo cantinho!
E fazer essa subida deve ser uma óptima ginástica!
Barrigas das pernas e bochechas do rabo devem ficar bem rijinhas!! ;)

kika disse...

Didas em Chaves? Desconheço aquele ambiente, muito giro.
Faz lá um pouco de publicidade e diz que hotel ou quinta é, a não ser que seja privado, claro

Emiele disse...

Como de costume (costume das outras vezes) aproveito espreitar o que me diseram na véspera quando estou a rever o ‘post do dia’. Agradeço todos os votos de Boas Férias, aliás devo agradecer e retribuir...
Kika, de facto o giro na vida é sermos diferentes uns dos outros e, como bem dizes, se todos gostássemos dos mesmos sítios eles ficariam apinhados como se vê em certas praias do Algarve de que ainda me lembro de serem quase selvagens e hoje estão do mais chic que há!... Quanto a mim, quando é um canto meu, não me farto. Alias quando não é meu e tenho de lá viver acabo por lhe dar «um jeitinho pessoasl» como uma vez em que tive de viver – eu, marido e filho já crescidito – 9 meses em dois quartos de hotel! No fim do primeiro mês já estava pessoalizado :)
Obrigada Maria, a tua resposta é que é muito gentil|! O sítio onde estou é também rural mas com fácil acesso a praias quando apetece. As pessoas já me conhecem muitíssimo bem, ‘faço parte da terra’ :)
Senhora, eu brinquei a dizer que «só havia subidas» porque realmente aquilo é tudo bastante íngreme, mas depois de se subir também descemos, lá isso... Posso dizer que é uma espécie de montanha russa de trazer por casa.
Mary, as filas de trânsito é que como lembrou a Kika, jamé. Por acaso para aqui não há, mas prefiro perder um dia e ir mais tarde do que perder esse tempo na estrada. Odeio!
Olá Didas! E depois nadavas na piscina? Ou nem isso? :)
Saltapocinhas – tens razão, para a musculatura é bom. Para o fôlego nem por isso...
Zé Palmeiro, tento fazer isso, o tal corte radical com o quotidiano. Apesar do meu trabalho não ser nada rotineiro, apesar de tudo isto é outra coisa!!!
Olá Joaninha, as fotos aqui têm um tamanho certo mas quando são minhas se clicarem ficam maiores, e esta de facto em pequenino não tem grande graça.
Castanha Pilada – Vou ver se consigo acompanhar as tuas histórias, é das coisas que aprecio por aqui porque é sempre bem observado e com graça. Não sei se tiveste férias se não, boas férias também.