sábado, julho 11, 2009

Qual será o «ponto de saturação»?

Dizem que a população de Portugal inteiro cabe nos Centros Comerciais que já existem.
Mais, nesse número só entram as suas lojas, não se fala noutros espaços, nos corredores, ou parques de estacionamento!
E o senhor que é presidente da Associação Portuguesa de Centros Comerciais diz, muito animado: "Ainda não atingimos o ponto de saturação”. Pelo nome, 'aquilo' são centros para fazer comércio, mas até parece que não.
Porque... acham que se vende lá muito?
Justifica-se esta febre de construção?
Reconheço que os frequento muito pouco e posso estar enganada, mas a verdade é que quando vou a um, farto-me de ver lojas às moscas. Eles estão cheios sim, porque se tornou o «passeio dos tristes» da actualidade mas, francamente, não vejo assim um comércio por aí além.

E, pelos vistos, vão continuar a construir mais.
Cá por mim...


6 comentários:

sem-nick disse...

Bhaah!!!

In-su-por-tá-vel!!!
devia fazer
-se uma «liga contra»!

King disse...

O certo que que só falo com gente que diz que nunca lá vai, mas eles estão sempre cheios...

kika disse...

Concordo inteiramente com o King!
Acho a filosofia dos CC interessante, porque temos tudo ao nosso alcance e são locais onde se criam necessidades, logo perigosos para os compradores compulsivos. Eles sabem disso!!!
Actualmente as lojas fecham a um ritmo incrível. Não entendo porque esse senhor presidente diz isso, mas se ele diz...

josé palmeiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
josé palmeiro disse...

Tinha erros, por isso o apaguei.

Conclusão: - Transformemos Portugal, num imenso Centro Comercial. E daí, não virá nenhum mal!
Penso é que já ninguém, nos quer comprar, uns porque não têm valor comercial e os outros, porque já estão comprados! Corrupção? Que é isso?

Maria disse...

Pois é vão mesmo continuar a construir; esse estudo do "Expresso" refere-se a 2007, neste já se verifica alguma alteração: "Economia
A maior descida em relação a outros países europeus
Portugueses estão a virar costas aos centros comerciais
2009/06/21 11:56 Redacção / (…)Apesar do número de espaços estar a aumentar, o índice Experian Footfall, empresa de estudos de mercado a nível europeu, refere que Portugal sofreu uma queda de 8,4 por cento em Maio deste ano, quando comparando com o período homólogo, diz o «Diário de Notícias». O recuo é o maior entre os países em análise, dado que em Espanha as visitas cederam 5,2%, em Itália 2,5% e no Reino Unido 2,4%.(…) “
Fonte: “Agência Financeira”
Somos nós ( tugas) e os brasileiros ( bregas) -com a mania dos "Shoppings"- será uma tendência ao "American way of life" - "Tudo em grande e à francesa" neste caso à americana?!
( contudo, também lá vou, quando preciso, mas não faço disso um hábito)