sexta-feira, maio 01, 2009

De 5 a 27

A diferença...





(ja sabem que têm de clicar na imagem para poderem ler...)

12 comentários:

Joaninha disse...

Tive de aumentar é claro, mas está muito engraçado!....
Claro que a primeira 'unanimidade' era o tal 8 mas este 80 (ou 27) é realmente demais...

josé palmeiro disse...

Como a Joaninha, a quem saúdo, achei imensa graça!
Já agora como será agora em 2009?

zorro disse...

O 8 e 80 adaptado.
Bem visto.
Por um lado pode dar ideia dessa Torre de Babel onde ninguém se entende, mas... cá para mim a imagem devia ser outra, assim género uma mesa para os «pais» e outra para «as crianças». Os IMPORTANTES que continuam a ser aqueles 5 ou 7 ou poucos mais, dão as cartas, os outros vinte, batem o pé fazem uma birrinha, e depois vão para a cama sem sobremesa.
E mainada!

kika disse...

Muitos e unidos teriamos muita força, mas a pedir cada um sua coisa,não sei se chegaremos onde se pretende.
E já agora será que alguns não pedirão um wiskyzinho, para acompanhar??

King disse...

:) Também acho.
Vou ainda ver com mais atenção, porque essa opção do whikizinho é capaz de lá estar...

King disse...

Eheheheheh!!!
Não disse?!
Não pediram whisky, pediram vodka!!!
e as variedades do café são espantosas!.... mais de 15. Cheio, curto, preto, com leite, com açúcar, com adoçante, sem açúcar, capuccino, expresso, descafeínado, devo esquecer-me de muitos porque há mais!
lol!
Que chatos!!!

fj disse...

Na linguagem de joaninha nem percebo bem o que será isto a 80.E para que será ? Para unir em volta de um sistema económico? Braço económico da nato ( que já vai no pacífico, aliás transbordando o atlantico )?

fj disse...

E claro, Zorro e Kikas parece-me terem razão.

Castanha Pilada disse...

A europa é um bico de obra portanto. Vai levar uns séculos a chegar lá, mas acredito que existirá uma europa unida. De verdade.

Nós, Os Cachorros!!! disse...

Gostei!
Lol!

Saltapocinhas disse...

xiiiiiiiiiiii!
tadita da senhora!

Emiele disse...

Eehehehe, tal e qual saltapocinhas, ficamos com pena dela. Mas temos pena porque...
Aí é que está!