segunda-feira, abril 27, 2009

Pensei o mesmo, tal e qual

No Público, o Luís Alonso viu que o 'rei ia nu'.



(cliquem para ver as legendas)

7 comentários:

zorro disse...

Nem mais!!!
Também sorri quando li.

Sem por em causa a justeza do alargamento dos estudos, isto parece tanto uma manobra de controlar estatísticas... Assim como a necessidade de tirar mestrado após licenciatura, e doutoramento após mestrado.... os jovens só acabam lá para os 30 anos.
E as perspectivas não melhoram nada.

kika disse...

Mas ao menos teremos um País pobrezinho mas muito culto.... Que beleza!

Joaninha disse...

Um aumento da escolaridade obrigatória, trás muitas vantagens, temos de o reconhecer. Afinal estamos a aproximarmo-nos de um ensino mais gratuito.
Mas...
para ser franca, é tal como disse aqui o Zorro. Também vejo no Superior um prolongar infinito dos graus, e isso só me lembra que é um adiamento a entrar no mercado de trabalho, e fugir ao momento em que se enfrenta o desemprego.

sem-nick disse...

Além de que esta reforma de Bolonha, dá uma volta estranha aos graus académicos. Afinal uma licenciatura «de hoje» corresponde ao 'bacharelato' dos meus tempos.
Irrita-me um pouco, eu ser licenciado com tanto tempo de estudo e tantos conhecimentos, como um «mestrado» de hoje!

josé palmeiro disse...

Já tudo foi dito, pelos comentadores que me precederam.
Bolonha, legitimou a fraude!!!

King disse...

É tão óbvio que creio que TODOS pensámos isso!

Emiele disse...

Por aqui acordo geral!