sábado, abril 18, 2009

Ouvido no café


Ontem, pelo almoço, toca um telemóvel numa mesa ao lado da minha, onde conversam duas amigas.

Está

......
Como? Mas que ideia! Repita lá...
.........
Mas a minha conta é tão baixa que não dá para nada»
..............
(risos)
Bem, agora não posso falar, mas para a semana passo aí a falar consigo»

(desliga o telemóvel, morta de riso, e diz à amiga)

Nem imaginas de quem era esta chamada
De quem?
Do Banco»
Do Banco??? E ficaste bem disposta?!»
É que nem dá para acreditar! Tu sabes a falta de dinheiro com que ando, o que tenho está todo à ordem, todinho, não tenho sequer que chegue para abrir uma conta a prazo. É só o meu ordenado e tento poupar o máximo de modo a não chegar a entrar na conta-ordenado no fim do mês, mais nada
Pois sei. Estás como eu. E então
Este telefonema era da minha «gestora de conta», afinal tenho disso! (risos) e queria conversar comigo para eu «fazer uma aplicação» com o meu dinheiro!!!»
Ooooh! Que chic
Se calhar, como hoje foi o dia de receber, a conta subiu um nadinha e já passei por rica. Claro que não faço ‘aplicação’ nenhuma, mas afinal estou mais rica do que imaginava.
Só isto para me pôr bem disposta, ahahah!!!
»




11 comentários:

Joaninha disse...

Essa coisa de 'gestor de conta' creio que há desde que haja conta.
Ou não?
Mas,deviam era aconselhar a 'gastar bem' o dinheiro. Por aquilo que sei (e este exemplo é claríssimo) aconselham a gastar bem em proveito do Banco. Se esta senhora fizesse a tal 'aplicação' como por o que conta o que tem é o ordenado, dali para a frente ia a ter «muito mais mês no fim do ordenado» e se calhar teria de entrar noutros créditos. Isso convinha ao Banco mas não a ela!

Teve graça, isso de se sentir «rica» com o facto de imaginar que até podia começar a fazer 'aplicações'.Ehehehe!!!

josé palmeiro disse...

Pois é, são essas aplicações que nos levam à falência!!!
Como dizia o Millôr Fernandes: " Cada vez, sobra mais mês, no fim do dinheiro!"

FJ disse...

Um caso de riqueza envergonhada?

Anónimo disse...

Joaniha hoje está de mau humor, deixa lá agaja ter uns minutoa um gestor de conta. Dá pelo menos auto estatuto e passa depressa.

fj fj fj| disse...

Não é anonimo, é fj, e não é agaja e sim a gaja.Palavra pouco feliz mas ao menos bem grafada.

Joaninha disse...

Não tou nada de mau humor!!!
Até me parece-me que também tenho disso...
Por essa razão é que disse que há 'gestor de conta' desde que haja conta, mas mesmo assim creio que deve ser preciso um mínimo dos mínimos, que o meu filho tem uma continha minúscula e não me cheira que tenha 'gestor'...

King disse...

Que engraçado! Ao fim-de-semana, como a Emiéle está mais ou menos ausente,isto anda muito parado, mas hoje tá animado!
Como disse ali em baixo a Joaninha, parece um chat, estamos mesmo à conversa!!

Olhem, eu também tenho uma gestora de conta!! E o que achei graça é que ainda há pouco se passou exactamente a mesmíssima história: falou-me porque achava que eu podia aplicar melhor o meu dinheiro!
Pois!! O dinheiro é meu, é muito pouco e o que vou fazer com ele eu é que sei. Há despesas que eu é que sei quando vão chegar e quero estar prevenido.

Mas,está bem visto,que isso de se falar em «investimentos» e coisas dessas dá-nos uma sensação de que temos mais do que de facto se tem.
Como sempre o FJ teve razão,a tal «riqueza envergonhada», até parece... Quem dera!

King disse...

Só volto para dizer que o post está muito giro.

Hoje deves estar bem disposta que os 3 são alegres!:)

Anónimo disse...

:)))

Eu cá também pensaria assim.
Sentia-me logo elevado a outro patamar, a fazer 'investimentos' ou 'aplicações ou lá o que é que lhe chamam...
Tá muita bem visto!

J.L.

AB disse...

Vou começar a ter cuidado qd. vou ao café.Isto parece uma conversa gravada.Eu sei que é moda,mas como as minhas recordações de conversas escutadas em cafés são bastante mais antigas e com consequencias nem sempre saudáveis...a diferença é que a encher qualquer coisa, não era nem blogues, nem noticiários de TV.Eram dossiers, que ao serem hoje consultados, até arrepiam.AB

Emiele disse...

Também julgo que há gestores para todas as contas mas as que foram de saldo negativo ou coisa assim nunca conhecem o «seu gestor». E afinal com tanto 'crédito mal parado' justificava-se que os próprios bancos montassem um serviço de aconselhamento para esses casos.

AB, não te assustes que tenho a certeza absoluta que nunca ninguém se vai reconhecer numa conversa que eu aqui coloque. Até tenho algumas que penso ser uma pena não contar mas por cautela calo-me (aquela frase espantosa do editor na outra noite... estive vai não vai para a citar e depois achei que não devia)