domingo, janeiro 04, 2009

Uma música ao Domingo

De novo uma música «a pedido»
Um grupo já velhote antigo, os ABBA, e uma música óptima para dançar que, pelo que me garantiram, ainda se dança hoje - pelo menos nos locais onde praticam a 'dança de salão'.

15 comentários:

zorro disse...

Oh Emiéle, fizeram uma época e que época!!!!
Aqui está a adolescência de muita gente!

king disse...

(O Zorro voltou mesmo, Emiéle; podias escrever um post chamado «o regresso do Zorro»!)

Paródia à parte, esta é uma das mais famosas, mas há o eterno Waterloo, Mamma Mia, etc, etc... temos bastante por onde escolher, mas se esta foi «a pedido» estás justificada.

Palmeiro disse...

Eh pá, desculpem-me a franqueza, mas mantenham-nos bem afastados do meu poiso.
Sinceramente, considero-os abomináveis, sem ofensa, claro está.

king disse...

Palmeiro, é uma época que deve ter coincidido com o teu nascimento. As recordações de quem se lembra de ser adolescente e dançar isto não te podem dizer nada; não tem nada a ver com as canções «a sério» com uma letra importante ou que queriam 'dizer' alguma coisa. Isto era só divertimento de teenagers.

AB disse...

E quem não dançou...dançasse!Esta e outras noites inteiras nos vários locais disponiveis...( a propósito há que tempos que não danço-tenho de corrigir isso)(posso fazer daqui uma especie de desejo de ano novo).AB

josé palmeiro disse...

Bem, com sinceridade, a mim que sou mais velho, também nada me dizem ou disseram, mas, como gostos não se discutem e até há quem não goste de Zeca Afonso e adore Mikael Carreira e o seu pai, esgotando pavilhões, o fenómeno, está explicado.

josé palmeiro disse...

Tens razão AB, olá e bom regresso!
Quem não dançou, dançasse, da mesma forma que quem não gosta, não terá forçosamente que gostar. Viva a Democracia!!!

kika disse...

OS Abba foram um sucesso e continuam e ainda bem

Emiele disse...

Como a AB disse a brincar no post abaixo, esta é uma música para dançar e mais nada. Aliás quem me pediu para a deixar nas «minhas músicas» foi alguém que anda a praticar furiosamente «danças de salão» e afirma que ainda se toca lá muito e é excelente para dançar!
..........
Eu isso não sei.
Mas como disse a AB,nos seus tempos era muito dançável, e agora a Kika também confirmou...

johnny disse...

Também não sou do tempo dos ABBA como o Palmeiro e gosto muito de os ouvir, o que não implica que não goste também do Zeca Afonso ou dos cantores de Intervenção. :) Como eu, deve haver mais pessoas mas cada um tem os seus gostos!
Nem o Sérgio Godinho, nem o Zeca Afonso, nem o Adriano Correia de Oliveira dão muito para dançar...
:)

josé palmeiro disse...

Quanto ao dançar, eu prefiro ouvir e dançar um bom Tango, um bom Passo Doble, uma Rumba, enfim uma infinita soma de ritmos que me habituei a ouvir, muito antes dos ABBA até mesmo um bom Rock ou um bom Twist. Enfim gostos e como eu prefiro os originais aos sucedâneos, daí o não gostar dos ABBA. Agora que foram um sucesso, disso não tenho dúvida e que dão para dançar, também não.

Mary disse...

Kika e Johnny, cá vem mais uma que até tem saudades desses tempos. E ficou-me já a pular o pé!

(olhem que compara-los aos pimba Carreira pai e filho, já é forte...)

josé palmeiro disse...

Desculpem-me a impertinência, mas pelo que vejo, nas reacções ao que escrevi, revela-me que o não devo ter feito, entendível.
Quando falo em extremos como o Zeca Afonso e os "Carreiras", fi-lo para demonstrar ou tentar que há gostos para tudo e que gostos, não se discutem e, eu dos ABBA, não gosto! Parece-me que estou no meu direito, apesar de se dançar bem com as músicas deles, mas isso do dançar é outra coisa, cada um dança com a música que lhes dão. Eu, até já dançei ao som de um acordeão, portanto, estor preparado para tudo, só não danço é na "corda bamba".

Emiele disse...

Zé Palmeiro, meu bom amigo, não quero de modo algum que fiques a pensar que houve reacções demasiadas aos teus comentários, era o que faltava. Exactamente por haver gostos para tudo é que isto é interessante.

Já agora, quero dizer uma coisinha que talvez possa ajudar. Como não sabem (aqui somos todos incógnitos...) de quem veio a sugestão, devo dizer que tenho a ideia, de que para quem disse que gostaria de ouvir aqui esta música e por isso a deixei, ela tem algum sentido «especial», não sei se me entendem...?
É que há músicas que não valem por si, mas pelo momento que se passou e a companhia em que foram ouvidas...
:))

josé palmeiro disse...

Já vai longa esta conversa sobre os ABBA. Na verdade temos, todos, o hábito de gastar tinta com coisas assim, mas está bem. Como eu entendo o que me dizes, era o mesmo que eu falar do"Petit Fleur", e te pedir ou ser eu a escrevê-lo.
O que eu quis dizer, foi tão simplesmente que, os achava irrelevantes, no plano musical e mais nada, mas isto é a minha opinião e em nada condiciona a dos outros. Não me senti minimamente chocado ou atingido, só que me pareceu que não tinha sido compreendido. E aqui, a falta ou incapacidade, era minha.