terça-feira, dezembro 23, 2008

Portugal / Espanha

A península é a mesma, a língua até é semelhante. Muitas vezes somos referidos como «nuestros hermanos», o que supõe ser-se da mesma família...
Mas....
a) Os espanhóis têm mais esperança de vida que os portugueses
De um modo geral podemos dizer que os espanhóis, homens e mulheres, podem viver mais dois anos do que os portugueses. E a «esperança de vida» significa que a longevidade é maior ou seja os cuidados de saúde são de melhor qualidade, para além disso «a população portuguesa tem uma maior percentagem de pessoas com mais de 65 anos» ou seja os espanhóis são mais jovens!
E também é curioso verificar que
b)
Portugal tem mais mestres e doutores do que Espanha, isto em proporção à sua população, é claro, o que pode ser bom, e levar a pensar que o nosso ensino é melhor, e nós somos mais cultos
... mas por outro lado c) os espanhóis têm cerca de um terço dos empregadores e empregados com formação de nível superior, enquanto em Portugal esse valor ronda os 15 por cento .
Curioso, não é?
Para que é que nos servem os nossos doutores? Como é que se gere os recursos humanos que temos?
Mais uma vez, só podemos concluir que o «mal» não está no povo em si, e sim no modo como os países são administrados.
Até quando?!

6 comentários:

king disse...

Emiéle, é das tais coisas, a gente cá no fundo tem uma rivalidade do caraças com os gajos! Penso que isso se passa com todos os países e os seus vizinhos. e ficamos todos moídos quando se verifica isto mesmo que aqui dizes. Mesmo que se seja farinha do mesmo saco, o certo é que de um lado saem uns pães secos e com mau aspecto e do ouro uns bolos fofinhos e bem cheirosos.

Como dizes, e muita gente assim pensa, é a «cabeça« que está a funcionar mal. O certo é que eles tem tantas regiões diferentes, e entre si são também muito diferentes, mas no conjunto vivem realmente bem melhor do que nós! e não venham com a conversa de que somos pequenos que a Europa está cheia de países bem mais pequenos do que nós e muito mais prósperos!!!!

kika disse...

São as novas oportunidades, que não são tão novas assim...Claro que há muitos anos que somos mal governados Antes havia muitos analfabetos e poucos doutores , agora há muitos doutores analfabetos o que leva á tão má governação deste pequeno País Não temos nada a ver com espanhois,somos uma provincia pobre deles e agora tambem da "Princesa" africana e o resto é treta

josé palmeiro disse...

Talvez pela proximidade e pelos meus ancestrais, não sinto qualquer rivalidade com os outros habitantes da Península.
A diferença, está efectivamente na criação de Regiões. Eles fizeram-na, nós, não. Noto que, continua a ser urgente!!!
Sustento o que digo, até pelo facto de vover, numa Região, que, apesar de ter um governo com o mesmo sinal do do continente, é diferente. No meu sentir, para melhor, logo a experiência é positiva, porque não continuar?

sem-nick disse...

De acordo com o Zé Palmeiro, a regionalizaçãp devia avançar como deve ser.
É delicado, mas não é por isso que não se faz.

De resto há toda uma visão mais aberta do lado de Espanha. O que têm feito nos últimos anos é demonstrativo disso. Mas é óbvio que se andamos a marcar passo, a responsabilidade é de quem toma as decisões.

Emiele disse...

Eu sou das pessoas que até simpatiza com a Espanha. Claro que num Portugal Espanha em futebol torço furiosamente para que a coisa nos corra de feição, mas isso é o básico.
Contudo os genes devem ser diferentes, que as coisas correm de um modo bem melhor para lá da raia...

Joaninha disse...

Vamos trocar?
Quem é que quer o Zapatero?...