sexta-feira, dezembro 12, 2008

Mau sentido de arrumação

Não sou, nunca fui, e creio que seria uma má jornalista. Ou seja, quando critico uma notícia não quero dizer que fizesse melhor, apenas afirmo que não me agrada a coisa tal como está exposta.
Contudo, sou arrumada.
Mas, mesmo sem falar em mim própria, qualquer criança ao começar a sua aprendizagem escolar, umas das coisas que aprende é a «fazer conjuntos» a agrupar coisas. Na pré começa a pôr os patinhos junto dos outros patinhos, os ursos juntos dos ursos; mais crescida aprende que os reis se juntam nas ‘dinastias’, os números se estudam numa disciplina e as regras gramaticais noutra, etc...

Bem, os jornais também têm as notícias arrumadas por categorias. Faz todo o sentido, não é?
A gente abre um jornal on-line e lá está na barra superior: Sociedade, Economia, Desporto, Política, Internacional, Ambiente, Cinema, Música.

É prático.
Se quero saber o que se passa fora da nossa terra abro o Internacional, se quero saber quem ganhou a «Bola de Ouro» vou ver ao Desporto.

Mas às vezes quem arruma as notícias distrai-se. Só pode ser. É que na rubrica Música acabo de ler

Vocalista esfaqueia guitarrista depois de ensaio
Como? Isto é música?... Ele ia cravando a faca com um ritmo certo?

OK, foi um fait-divers grave que se passou entre membros de uma banda (digo fait-divers porque não morreu ninguém, não sou tão insensível, atenção!) mas tal como se podia passar entre outro grupo qualquer de pessoas.
É certo que o motivo da exasperação do agressor foi o tal guitarrista «ter falhado algumas notas de um riff»

Mas ... «Música»?
Que má arrumação!!!

10 comentários:

AB disse...

Na cúlinária (facas,you know?)tb.não estava mal...AB

king disse...

É que aquilo estava difícil de arrumar numa categoria. Na «Economia» não podia ser. No «Desporto» idem. «Política» muito menos. Também não era «Cinema» mesmo que tivesse sido uma grande fita. No «Ambiente» era um tanto forçado, mesmo que eles tocassem mal não devia ser assim uma grande poluição sonora...
Pronto! Ficou ali encaixado em música.

Ele há cada uma, realmente....

king disse...

Olha a AB! Entramos ao mesmo tempo...
Culinário...? Hummm... Era uma ideia.

josé palmeiro disse...

Já agora, onde foram as facadas?
É que pode ajudar, na arrumação...

sem-nick disse...

A história é delirante.
Se repararem nessa banda que parece que ninguém conhece (pelo modo como a notícia está redigida) chamada Soul Cry = Grito da Alma, a vocalista é uma rapariga. Que uma rapariga puxe de uma faca é ainda mais estranho! A gente imagina tudo. O agredido (um puto de 16 anos) ficou com ferimentos graves dizem, mas não falam em «estado grave» que é quando a coisa azeda.
Olhem, eu cá propunha que ficasse na rubrica «Publicidade» se é que isso existe....

kika disse...

Sociedade , seria o lugar para nos mostrar que mesmo nesse meio da musica, acontecem essas brutalidades .Se a banda se chama Soul Crye, não me parece nada bem tanta violencia por tão pouco

raphael disse...

Tavam bêbados! Todos!...
Ou com droga, é claro.
Como aquilo era «Grito da Alma» quiseram acrescentar «Grito do Corpo».

Mas a hipótese de ser publicidade é a mais razoável.

raphael disse...

Olha mais uma coisa: podes não ser jornalista nem andares lá na área mas sabes bem ler o jornal!!!
Estes 'apanhados' que fazem ajudam bastante :D

Joaninha disse...

lol !!!

O título está muito bem apanhado. Mas a verdade é que há jornais que tem uma secção chamada Polícia ou coisa assim, e aqui não há nada de semelhante. teria de ser Sociedade ou Internacional não é?
De resto, o Raphael tem razão aquilo devia estar tudo cá com uma pedrada daquelas... Uma reacção dessas por o miúdo ter tocado mal?....

Emiele disse...

Essa da publicidade tá bem vista e não me tinha ocorrido.
Sou muito tansa!!!