quarta-feira, dezembro 03, 2008

Dentes de oiro

Antigamente, não apenas se usava ‘rechear’ os dentes furados com ouro (em vez do que popularmente se chamava ‘chumbo’) como até os novos ricos ficavam todos inchados em colocarem um dente completamente de oiro. Ou mais...Coisa fina!
Bom, isso já lá vai...
Agora o que se usa são os chamados implantes, que não são de oiro mas quase dois dentes podem chegar aos dez mil euros o que não é para todas as bolsas. Direi mesmo que para muito poucas.
Agora dizem-nos que se está a estudar em Coimbra um processo de através de um «robô dentista» tornar esse processo mais acessível.
Não é que quem nos venha tratar dos dentes seja um robot – livra!!!! – mas a ideia é que sistema robótico simule e monitorize todo o processo diminuindo muito o trabalho e o tempo necessários ao processo final.

OK.
Se calhar não será no meu tempo, mas acredito que os meus netos ainda posam ter dentes ‘não verdadeiros’ que não sejam ao preço do ouro.

7 comentários:

AB disse...

E colchetes de oiro para o coletinho?Bem mais giro...(andam-me aqui a chatear pelo telefone para comprar um seguro numa empresa chamada "clarodente "para por 6 euros por mês ter direito a uma cárie...ainda não ouvi bem mas cheira-me a dentição brasileira).AB

Emiele disse...

Eles atacam em cheio, os dentistas brasileiros.
E afinal...

Não gostaram da senhora com a boca toda doirada?... e tão contente!

king disse...

Quando li aqui a Emiéle voltei atrás porque não tinha visto nada uma senhora de 'boca doirada'. Mas lá está, no link do «ou mais».
Que HORROR!!!!!!!

Mas essa do robot dentista até entendo mas só para s experiências. E um implante a sério, bolas que só para gente mesmo rica! ou profissionais da imagem, modelos ou coisa assim...

kika disse...

Isso fica bem ao nosso bola e Ouro é mais ouro ,menos brilhante , tanto faz desde que brilhe..

josé palmeiro disse...

Oh AB!!!
"Toma lá colchetes d'oiro
Aperta o teu coletinho
Coração que é de nós dois
Deve andar, conchegadinho!!!"
De que te foste tu lembrar.
Grande negócio esse ds dentistas e dos serviços que prestam ou não.
Digam-me lá uma coisa: Há dentistas, nos Centros de Saúde?
Tal como com os oftalmologistas.
Ainda há graaaandes especialidades, na medicina. Depois aparecem por aí os cirurgiões dentistas, que muitas das vezes, são meros protésicos dentários a levar "couro e cabelo".
Mas ese fenómeno dos dentes de ouro, podes observá-lo nos emigrantes de Leste.
Estou como o King, mas só vou ver, agora.

Mary disse...

Livra, a senhora dos dentes todos de oiro é de medo!!!!!
Mas olhem que o preço de um automóvel por um dente é bem mais do que se fosse de oiro...

Emiele disse...

Falei no ouro não apenas por se ter usado em tempos, mas sobretudo porque estes 'implantes' actuais serem ao preço do dito...
Claro que isso de implante é coisa chic e a maioria das pessoas fica-se por uma prótese 'normal' das de por e tirar.
Quanto a não haver especialidades nos Centros de Saúde, claro que me escandaliza um tanto mas para ser franca até uma das que mais me escandaliza é a pediatria. Quando há pediatra num Centro de Saúde, só consegue atender bebés de meses, uma criança de meia dúzia de anos nõ tem direito ao seu especialista - pelo menos na maioria dos Centros que conheço.