quarta-feira, novembro 25, 2009

É geral

Não que nos console muito. Costuma-se dizer «com o mal dos outros...» mas a verdade é que a maioria de nós tem a vaga ideia de que existe corrupção: primeiro, em vários países do 3º mundo. OK, é ponto assente, isso é sabido; em segundo lugar, andamos preocupados com a que existe cá, e que é indesmentível por aquilo que eu penso, e fazemos bem em estar preocupados; e depois, em terceiro, olhando para a Europa assim por alto, temos também a noção que ali a Itália não é flor que se cheire nesse campo. Faz parte da nossa cultura geral esse conhecimento, não é? :)
Portanto as notícias que tenho apanhado por aí quanto à corrupção no futebol europeu surpreenderam-me. Sou talvez um tanto ingénua, mas nunca pensei que a coisa alastrasse deste modo.
Recentemente foram presas 12 pessoas na Itália por «envolvimento em apostas ilegais por meio da manipulação de resultados de jogos de futebol». Doze pessoas! Mesmo que se tenha ideia de que a Itália enfim, foi o berço da máfia, etc, ainda é muita gente...
Mas afinal descubro que isto é de nível europeu. Também na Áustria e não só, Alemanha, Inglaterra, e Suíça desataram a prender pessoas por o mesmo motivo. A UEFA diz que é o maior escândalo do género que conhece. Parece que os jogos foram manipulados na Alemanha, Áustria, Bélgica, Bósnia-Herzegovina, Croácia, Eslovénia, Hungria, Suíça e Turquia.
Afinal o nosso apito é muito doméstico. Pfff...Não teve esta magnitude.


19 comentários:

Joaninha disse...

Este post está engraçadíssimo por causa da ilustração!
:)
Não há a menor dúvida que é a «imagem de marca» do Pópulo o cuidado com que escolhes as imagens que ilustram os textos!

sem-nick disse...

O que torna tudo isto tão feio é afinal associar-se o dinheiro ao desporto, que devia ser uma coisa cheia de idealismo... Pois!

Mary disse...

Os «regalos» é mais ao nível do famoso apito, esta história da UEFA fia mais fino, deve envolver massa que nem se imagina!

fj disse...

O nosso não teve realmente, mas tambem a nossa técnica é abafar depois de dar a bronca. E a imprensa desportiva, incluindo a mais facciosa,"" bola"" e "jogo" quase nada referem. Pode-se ler no publico (que aliás trata muito bem, a meu ver, os assuntos do desporto em todos os aspetos ). Mas creio que vamos cair doutra forma, com o secar de certas fontes vai haver uma cascata de clubes a acabarem, e então vai-se saber muito mais.
Ah, ainda sobre os preços dos manuais, creio que nem foi estupidez nem ingenuidade quanto ao texto que trabalhei, a armadilha não estava sequer lá.A irritação é que é realmente parva ou ingénuo, "aquilo" ainda dá muitas voltas e, sinceramente, nunca me tinha apercebido de todo o poder que têm os editores.
Mary deve ter razão...

King disse...

Pois não consola, não senhor! É só saber que se anda acompanhado, mas revolta na mesma. Como é possível?!!!
A verdade é que máfias há muitas e o ganhar dinheiro fácil (muito!!!) é grande tentação.

King disse...

Mas pelos vistos a coisa é parecida, mete árbitros, resultados finais, etc e tal. Só que por aquilo que fui lendo as massas ali é dos totobolas e coisas dessas...

Miguel disse...

Mais uma que não me espanta. Mesmo nos EUA havia este tipo de situações noutros desportos. Agora, corre por aí, um suposto escândalo no jogo da final entre França e Brasil, no mundial de futebol que decorreu no primeiro. Supostamente, a selecção brasileira foi comprada para perder.

Uma vez mais, este tipo de situações jamais terminarão. Só há duas soluções: ou penas pesadas para os infractores, indivíduos e colectividades, ou penas ainda mais pesadas à la Taliban e ficariam estes assuntos resolvidos de uma vez por todas. Mais a sério, só lá vai com mão pesada de modo a que as pessoas percebam, de uma vez por todas, que o crime não compensa...

Como diz a sem-nick, o desporto deveria ser algo de nobre. Há muito que faz parte do passado, sobretudo com o cair dos últimos bastiões do comunismo - embora aí também já era tudo menos desporto. Por causa destas coisas todas, apesar de ter feito desporto de competição em duas modalidades, dos 10 aos 18 anos, afastei-me e dediquei-me a outras "causas". Ah e também por isto tudo, nunca me tornei sócio de nenhum clube. Nem tenho nada do Sporting, nem cachecol, nem boné, nem camisola, snif!

Também gostei da tua imagem!

josé palmeiro disse...

Sim, o nosso apito é doméstico, tão doméstico que é de OURO!
Só tenho pena que, por cá, as coisas não andem, emperrem e tudo fique como está, nadando nas águas do diz que disse, do faz, mas não faz e por aí fora. E, vendo bem as coisas, não é só no futebol, é na vida. Duvidam, é ver o andamento, lento, lentíssimo, de alguns processos, sim, esses mesmo que estão a desfilar, agora, nas vossas mentes. Quanta corrupção? Quantos vendilhões do templo? Porquê, tão brandos costumes?

Anónimo disse...

Que engraçado a escolha da imagem!!!

kika disse...

Alguns regalos não levam laço, como os da ilustração!!
Contudo penso que a proporcionalidade existe, e aceito que à nossa dimensão os regalos andarão por ali..
Noto que nos paises em causa, prendem as pessoas, aqui recebem aplausos , por serem espertos...
Acho que o fj tem razão, será uma questão de tempo e é vê-los a fechar os portões!









nossa dimensão

cleopatra disse...

Interessante! o que torna este blog, deveras interessante. e quanto ao tema, a corrupção alastra. dá mesmo medo se pensarmos de verdade no que acontece por esse mundo fora...mas cá como já referiram, o José Palmeiro, o king, Mary , e outros acaba por ser tão ou mais grave.
pois realmente acabam "arrumados", numa gaveta ou nos "esconsos" de uma cave sem fundos.
também sempre me ensinaram, e eu concordo, que o importante é competir, mas quando se matam uns aos outros em nome da ideologia do "desporto"?
triste. deveras.
a ilustração é muito gira.mas ainda não tenho prática destas coisas. hei-de lá chegar com calma e paciência. (se conseguir)
até loguinho....
cleopatra

Maria disse...

Onde houver - "Homem" - muito dinheiro - poder - é muito difícil não se encontrar corrupção - a história tem demonstrado...É uma "palissada", bem sei, mas,não me ocorre dizer mais nada - de futebol não percebo e muito menos dos seus "negócios" mas, talvez por isto, faz-me confusão os "números" que este movimenta...
Resolvi a sequência dos "regalos" como não conheço o seu conteúdo escolho os três últimos - pela forma;))

Zorro disse...

Bem visto o escrito e a imagem!
Claro que a corrupção e estes «negócios» sujos não são especialidade nossa, não estamos nada sozinhos! E é interessante ver países como a Suíça (a Alemanha, Inglaterra, etc impressiona-me menos, mas a Suíça e a Áustria, caramba!!!!) metidas neste atoleiro.
Impressionante sim. Até porque a escala parece-me bem maior que o nosso apito

Emiele disse...

O Zorro disse o que também eu penso. É verdade Miguel, tinha ideia de que lá pelos States havia umas 'combinações' com jogos e boxe e coisas dessas. Até fizeram filmes e episódios de séries, mas...
Como escreveu o Zorro, talvez por ingenuidade, achava que as Suíças ou Áustrias deste mundo eram superiores a isto. Que parva que sou!

Joaninha disse...

Nem sempre prendem as pessoas Kika, olha na Itália que até o fizerem Presidente! :)

estrela-do-mar disse...

É curioso porque estas histórias no desporto (digamos no futebol, pelo menos em Portugal, que o outro desporto não movimenta tanto dinheiro) por um lado parecem mais vulgares, talvez exactamente por tratarem de tanto dinheiro e haver um factor de sorte ou azar nisto tudo, mas por outro revoltam mais exactamente por se ter uma ideia idealista ou ainda "grega" digamos assim, da nobreza do desporto.
E por aquilo que fui lendo, atrás dos links e de outros que estes sugeriram, é que este polvo tem tentáculos terríveis, e o que nos choca por aqui é afinal uma gota de água nesta escandaleira da UEFA! Não me parece nada que o apito doirado seja pior, muito pelo contrário.

kika disse...

Tens razão Joaninha !!

André M. Palmeiro disse...

Quando a "inverdade" começa no próprio coração da actividade desportiva, que dizer: - Talvez não seja corrupção, nem activa nem passiva, mas como justificar o comportamento vergonhoso do sr. Platini face ao lance indescritível que colocou a França no Mundial!? E o mais incrível é que já se fala em crucificar o "prevaricador" de serviço, Thierry Henry, tudo porque este atleta decidiu colocar a mão à bola num lance em que esta se esgueirava pela linha de fundo... Eu sei que isto não é corrupção mas não deixa de ser irónico...! E lá temos que aturar os Platini's deste mundo...

Emiele disse...

Bom dia amigos!
Ontem não vim responder como costumo e hoje já é tarde (quero dizer é cedo mas tarde para as respostas...)
Quanto à ilustração, é uma coisa que gosto, procurar um boneco que ajude a ver o que quero dizer. Muitas vezes uma brincadeira, como aqui.
De uma modo geral vocês disseram o que eu também penso. O Miguel teve muita razão, há coisas que só param quando os castigos foram rápidos e grandes.