domingo, maio 31, 2009

Cor no Pópulo

Júlio Resende

13 comentários:

Maria disse...

Apreciei a cor e a elegância das formas, tudo muito harmonioso!

fj disse...

Será que tambem tem um "pintar certo"? Claro que concordo com Maria.

Maria disse...

Está-se a meter comigo ou com a "Senhora" dona da casa?
"Pintar certo" hein?!

Castanha Pilada disse...

Olha, até me lembrei duma história para o Castanhas, obrigada! :)

Ana Martins disse...

Olá venho do outro blog, deixei lá um comentário que gostaria que visse.

Parabéns pelo blog.

Beijinhos,
Ana Martins

Maria disse...

Cá para mim, foram (quase) todos em excursão para "banhos"!!!!!

Emiele disse...

Ana Martins, agradeço a delicadeza de referir a origem da imagem com que ilustrou o poema. Eu tenho esta «pancada», como quem me visita sabe, de ilustrar sistematicamente o que digo com uma imagem - em 90% dos casos tirada da net. E essa é uma delas, não é minha mesmo que a tenha encontrado no meu antigo Pópulo. Eu refiro a origem quando percebo que a imagem é do próprio blogger, mas nos outros casos não, como aconteceu aqui. Escreveu um poema enternecedor, vou visitá-la mais vezes.

..........
Maria, também estranhei o silêncio dos meus habituais TODOS! Deve ser mesmo do calor, só pode!!! Sem a tua ajuda e do FJ isto tinha ficado completamente às moscas... Estou mal habituada :)

Emiele disse...

Castanha, costuma ser ao contrário!! Tu é que me tens 'inspirado' nalgumas coisas. Acho muito bem esta retribuição.
:)

Joaninha disse...

Será que o FJ queria fazer um trocadilho com o «politicamente correcto», e portanto «pintar correcto, ou certo»?

Muito agradável estas pinceladas de cor no Pópulo!

zorro disse...

Maria, tens toda a razão. Aqui os «irredutíveis» desertaram todos!!
Eheheh!
Calor «oblige»!

kika disse...

Gosto do Resende, e muito do Nadir pela cor e geometria.
Este fim de semana com praia e festa de Serralves, foi muita agitação para passar por aqui, mas tu sabes que tens gente fiel , que acaba por voltar sempre..

Maria disse...

Eu fui para o meu "refúgio" possível,(campo), levei o portátil e entre a jardinagem e o folhear de um livro,vim aqui. Não me importaria nada de ter estado em Serralves e a festa, KiKa?

kika disse...

Maria,
não vou agora entrar em detalhes ,mas a crise já chegou a Serralves foi o que eu senti e as pessoas com quem partilhei a festa. Os milhares de pessoas que passaram por lá este fim de semana, mereciam mais, mas foi bom!