segunda-feira, dezembro 01, 2008

A tal nova livraria

Pronto!
Tenho de dar aqui a notícia, é claro.
a) Primeiro foi o Zé Palmeiro que me enviou um email e referir a abertura de uma livraria só sobre poesia.
b) Depois a minha amiga AB, em conversa, falou-me também no assunto.
c) Por último, a mesma AB, em comentário aqui tocou de novo no assunto.
Então cá vai:
Abriu, ali ao Príncipe Real, uma livraria SÓ de poesia!!!! Cliquem aqui em baixo para ver a informação com letra de se ver...



Também há um blog para quem quiser dar uma olhadela, e com histórias bem giras...

11 comentários:

king disse...

Olá BOM DIA!!!
Se não soubesse, porque j´aqui o disseste que alguns posts são escritos com antecedência e entram na altura ficava parvo com o estares a escrever às 9 de um feriado!!!!

A notícia é interessante.
Vou ver se passo por lá.

(um telm. 96 e depois 000 é caso nunca visto?!)

AB disse...

Achei imensa graça à explicação da frase-chave da livraria.E a Maria do Céu "como se não fosse nada com ela".È que é mesmo assim mesmo quando é de frases assassinas que se trata.Claro que ele se refere à mãe Céu Guerra.AB

Anónimo disse...

Mas para não haver mal-entendidos conto aqui uma história passada na Brasileira.Há muitos anos.Falava-se de gente com muitos filhos,aquelas familias numerosas que o Estado Novo tanto apreciava,que saiam todos de missal na mão dos Martires ali em frente.Mesa mais ou menos composta e entra o Carlos dos jornais.O Carlos dos jornais era uma figura emblematica da época porque era um ardina MUDO.Alguem disse que afinal não eram só as familias dos Martires que tiham prole numerosa porque ele,Carlos tinha uma porradaria de filhos,coisa de que ninguém suspeitava.E diz a Céu "como se não fosse nada com ela"-Olha !Fá-los pela calada...."AB

king disse...

O que é que queres dizer AN?
Só pelo «anúncio» não se percebe...
É uma piada «à clé', não é?...

AB disse...

E pronto lá embirrou o PC com o "anónimo".Este gajo é cá um censor!Fogo!AB

king disse...

Ups!!!
s nossas frases entraram exactamente ao mesmo tempo e eu não tinha lido o segundo comentário da AB. O que eu perguntava acima é quando escreveste:«à explicação da frase-chave da livraria.E a Maria do Céu "como se não fosse nada com ela»
Foi isso que não percebi bem,
A história debaixo é deliciosa!!!!!

AB disse...

King andamos trocados.No Blog dele "o livreirinho" agradece a várias pessoas e diz a respeito da frase "A poesia é a mais curta distancia entre duas pessoas" que a agradece à Maria do Céu que a disse "como se não fosse nada com ela".E eu que conheço o "bicho" achei graça porque é mesmo assim.AB

josé palmeiro disse...

Realmente, soube da notícia e enviei-a para que, aí junto à fonte, me dissesses mais sobre o que eu tinha mandado.
Apesar de quem a mandou ser pessoa de quem eu gosto muito e do meio, que hoje fiquei a saber, a Mariana Abrunheiro, excelente actriz e cantora, que neste momento integra a nóvel formação dos "MADREDEUS", nada mais soube.
Feliz por saber o Changuito, dentro desse projecto.
Feliz também por saber a participação da Céu, na escolha da frase chave e na história que a AB conta, passada na Brasileira, é mesmo dela, pessoa de quem GOSTO MUITO!

Mary disse...

Claro que com esta publicidade abriu-nos o apetite.
Cecílio de Sousa?

Até nem fica longe do meu poiso.
Vou espreitar.

Emiele disse...

Pois foi, Zé Palmeiro e AB, eu lá deixei o link para o blog deles.

Não será por minha culpa que não terão clientes.
Mas parece-me um tanto utópico... De qualquer modo se calhar também não têm grandes ambições livreiras - não vão fazer concorrência à FNAC, nem à Byblos. E se calhar aguentam-se!
Faço figas.

AB disse...

Mas tem alguma coisa a ver com a Fnac ou a Byblos?Bom...AB