quarta-feira, dezembro 31, 2008

O mal de uns é o bem dos outros

Tinha decidido que hoje não ‘postava’ nada.
('nada' de histórias, é claro...)
Fazia uma folga, a festejar o último dia deste ano.
Mas não resisti a esta:

Aumento de assaltos faz disparar procura de fechaduras

Pois não!
Os serralheiros também têm de viver!...


10 comentários:

josé palmeiro disse...

Na verdade a tendência securitária, tem alastrado imenso. Como se não combatem as causas dos assaltos, vá de induzir o cidadão a cuidar-se mais a comprar, comprar, trancas e fechaduras como se isso fosse o remédio para tamanha moléstia. Cuidem-se das causas, dê-se trabalho aos inúmeros desempregados e puna-se, convenientemente quem for de punir. Começando pelos que roubam, milhares de milhões...

kika disse...

Tal e qual Zé! Mas não é aumento da criminalidade "são só os jornalistas que noticiam o que não devem" A criminalidade está tão só mais visivel.Dizem eles!!!

fj disse...

Bem visto e completado pelo Zé Palmeiro( como é que um tipo tão inteligente ainda é (?)do benfica?!Está a tempo de mudar...).
Claro que isto não ficaria completo sem a notícia que colhi em fontes ligadas ao crime, mas anónimas, da que as chaves do areeiro, e outros chaveiros dão empregos a ladrões para fazerem assaltos a casas, devidamente publicitados por jornalistas subcontratados,para justificar tudo isto.Claro que são pagos com recibos verdes mas,a continuar, encara-se a passagem aos quadros e/ou promoção a assessores de banqueiros, no pelouro operações especiais.

fj disse...

Psd: brinco, talvez mal, com coisas sérias.Claro que a tendência securitária que ZP põe em relevoé algo de muito importante.

fj disse...

psd2: e certamente, tambem.

sem-nick disse...

Mas. FJ, aqui o amigo Zé é tão democrata e aberto que tem um filho que aparece por aqui assinando também Palmeiro (como é natural) e que.... é do Sporting, como já se viu!!!

(também brinco com ele porque deu para ver que ele aceita piadas sem se ofender...)

De resto dá que pensar.
Será que os ladrões e os chaveiros andam organizados? ou a malta anda com a paranóia...?

fj disse...

Sem-nick uma hipótese não tira a outra.

Emiele disse...

E um ladrão paranóico?...
..................
a gente sabe que há roubos, mas desculpem lá há para aí muita 'lenda urbana'. Eu recebo cada mail que a levar aquilo a sério, Lisboa era Chicago no tempo do Al Capone!
Por outro lado a gente tem cada vez menos coisas para roubar. Parece-me que agora se deviam organizar uns grupos para irem roubar os ladrões (não estou aqui a falar em Bancos, cuidado) porque afinal as casas dos ladrões é que devem ainda twer alguma coisita....

josé palmeiro disse...

Já que sou citado, não só pela cor vermelha mas por ser pai dum sportinguista, volto.
Nesta coisa dos gostos clubisticos há coisas maravilhosas, assim, nasci num ambiente "azul", meu pai era Belenenses, o eterno 4º grande. Sócio e doentepelo seu clube, desenvolveu campanhas locais, para a construção do estádio do Restelo. Eu nasci no ano em que o Belenenses, foi Campeão Nacional, só que tive um padrinho, meu tio José Pimentão, que era um convicto benfiquista. Assim desta luta, interna, nasceu o meu benfiquismo que não é sinónimo de autismo. Gosto, como já afirmei do desporto pelo desporto e subscrevo, sem dúvidas, todas as regras do bom desporto e dos bons desportistas, razão porque abomino o F.C.P., dado que a cultura imanente, nesse club é a de ganhar a todo o custo, sem olhar a meios e a formas.
Quanto às chaves para abrir o cofre, pois já tudo foi dito, desde que os melhores artífices são normalmente os grandes larápios, é uma constatação óbvia, tal como o doping no desporto, os prevaricadores andam sempre à frente dos reguladores. Há mesmo que dar a volta ao tacho, para que isso se inverta. Não será fácil, porque, em qualquer dos casos há sempre muito dinheiro, em jogo.
Por fim uma resposta para FJ. Mudar? Para quê, se estou bem assim!

Emiele disse...

Zé, cá por casa existem dois «segundos clubes», ou seja clubes pelos quais se tem uma especial simpatia. São exactamente o Belenenses e a Académica. Aliás quando penso em clube azul, evoco mais depressa o Belenenses do que o Porto... Entendo muito bem o teu pai.
E tudo isto é brincadeira, como é evidente. Como o sonho do FJ esta noite (onde é que ele falou nisso?)