quinta-feira, novembro 27, 2008

A título pessoal

Cavaco Silva teve o cuidado de mandar publicar uma nota pessoal em que se desmarca da «questão BPN». Não tem nada a ver com aquilo, é assunto que lhe é completamente alheio. Talvez nem saiba bem de que se fala.
Muito bem.
Teria sido escusado, na minha opinião. Aquilo soube-me ao que em jargão de ‘psi’ se chama «denegação», mas não tenho nada contra, o senhor estava no seu pleno direito.
Mas agora vem a público (talvez melhor dito «vem a '24 horas'») que o senhor presidente recebeu 15 mil euros de Oliveira e Costa para campanha presidencial *
A título pessoal. Como amigo.

Ups!!
Assobiamos para o lado...?


*a versão on-line deste jornal é estranha, mas se clicarem na notícia da primeira página, conseguem ir à página onde ela está

13 comentários:

AB disse...

Oliveira e Costa contribuiu tb. para a campanha de Soares,embora com um terço do dinheiro.Um homem como ele sabe onde e quanto deve apostar.Mas suponho que não é por aí.As campanhas são financiadas por particulares,cada qual acende a vela ao santo da sua devoção e pelos vistos ir distribuindo pelos santos dá sempre algum resultado.E será dedutivel em IRS assim como as quotizações para sindicatos ou obras de benificencia?
Mas lá que veio a despropósito veio.Veio antes mesmo de ter caido o "santo".Não sei quem anda pela presidencia a dar conselhos....mas lá que faz de Cardeal diabo,faz.Não tem aconselhado bem,não.AB

king disse...

Olha a AB!!!!
Deve ter começado ao contrário... e cruzamo-nos aqui :D

De facto quando o homem veio dizer que não tinha nada a ver com aquilo do BPN também achei a despropósito. E na página que se pode abrir (olha que o sistema on-line é diferente dos outros mas não é mau, viste) vem lá o Soares e tudo.
Gato escondido...
Que as campanhs custam caro a gente já calcula. e alguém as terá de pagar. mas fazerem-se de santinhos é que é parvoíce.

AB disse...

Aliás ontem,para quem estava constipadissima como eu e seguiu as noticias daqui para ali,foi um dia de bamburrio.Parecia assim um bodo aos pobres antes do Natal.Ele foi o plano para a Economia com o Durão a recusar-se a fazer o balanço da sua própria actividade(pois,claro,ainda virá mais um mandato)foram as alegações do julgamento Casa Pia,foi o Fazenda a dizer o que o BE tinha contra o Zé que fazia falta(uns falam cedo demais e outros tão tarde que deviam estar calados),parecia o dia nacional do ajuste de contas antes de fechar para obras.E o Carlos do Carmo(45 oh charmoso e o Manollo trouxe a Bia que falou no "Galo"-alguém saberá já o que era isso?)e a Dora Maria a lembrar "os dias da Rádio"...(bem esta foi a parte nostalgica porque o resto como dizem agora "foi só rir").AB

Emiele disse...

Ups! Eu ontem então nem liguei a tv a não ser para ver o jogo do Sporting onde o meu rebento estava a tremer de frio... Perdi isso tudo.
O sistema aqui do «24 horas» que apresenta a página toda dá para espiolhar essas coisas. De facto diz que o Standley Ho, o Man Hin Choi (do Casino Estoril) e o Jardim Gonçalves «apostaram» em dois candidatos. os primeiros como jogadores devem perceber que duas apostas valem mais do que uma... Por outro lado foi um pouco como nas corridas de cavalos, houve quem apostasse com valores diferentes. Falam num Presidente do Banco Efisa (nem sei o que é) que deu ao Soares metade do que deu ao Cavaco!!!
Ai, ai...

AB disse...

Ms então o rapaz vai tremer de frio e tu acompanhas à distancia o sofrimento?Bolas, isso ultrapassa o "amor de mãe".Devias ir fazer uma daquelas tatuagens com um coração a dizer "amor de filho"AB

Emiele disse...

Olha lá, eu sou do Sporting desde que fomos coleguinhas ali na Pedro Alvares Cabral!!!! Nunca perdi isso. E o jogo era com o Barcelona, coisa séria! Tinha de ver, mas não no Estádio que isso era exagero.
Ele e o pai estavam constipados, e não devem ter ficado lá muito melhor, mas enfim...
Apesar de tudo ele não vinha muito desanimado, dizia que sempre tinham marcado dois ao Barça, já era qualquer coisa!

Mary disse...

Os macaquinhos dizem bem como nós estamos.
É que nem vemos nem queremos ver. Não chateiem e pronto!...

josé palmeiro disse...

Comecemos por falar de frio e pelo amor de mãe que se estende a um indefectível, amor clubistico, para dizer que o frio não foi só atmosférico... Mas disso não falemos, porque o jogo foi a feijões. Mas tive pena, primeiro porque não vi o jogo e depois porque nem sequer ouvi o relato, tão distraído que eu vinha nas conduções, que me trouxeram ao calor algarvio.
Quanto à NOTA, porque de "nota", se trata, foi uma vergonha! Ver o mais alto(?) magistrado da nação (valente), emitir um comunicado daqueles, fez-me sentir, do "infinito mundo", nem sequer do terceiro, quarto ou quinto.
Das amizades, cada um tem as que quer, mas confiar assim no Dias Loureiro, deixa o portão escancarado!!! Depois, com o BPN, nunca tive nada!!!

josé palmeiro disse...

Gostei muito da referência da AB, ao "Charmoso". Nesses tempos, eramos bem mais novos e agora, faz bem recordar!

kika disse...

Quem dará mais agora em 2009 para tanta eleiçao e com o País em tão grande crise? Aguardemos

Emiele disse...

Pois é Kika, aquilo é um investimento, mas...
Zé, realmente a 'nota' de Sua Excia foi cof...cof.. digamos que infeliz.
Há casos onde o calado é o melhor!

Castanha Pilada disse...

Ah pois! Ah pooooiiis!

Emiele disse...

:)))
Olá Castanha!
Aqui a opinião da AB que o gajo anda mal aconselhado, parece muito bem vista.
Eu cá despedia já os conselheiros e arranjava uns melhores.