sexta-feira, setembro 26, 2008

A constipação…?!

Há uma área da ciência, fascinante mas que ignoro completamente, os conhecimentos que tenho são de nível do ensino liceal e do que tenho procurado ler não o entendo por me faltarem as bases. Falo da biologia, da investigação médica.
Os artigos de divulgação científica têm explicado os avanços que esta ciência tem feito com o estudo das células estaminais embrionárias que permitem, a partir das células de um doente, gerar tecidos e órgãos biocompatíveis com esse doente, e a importância que elas podem ter para a cura de doenças gravíssimas.
Mas a criação de embriões mesmo apenas com alguns dias levantava questões éticas e havia quem se opusesse.
Portanto estava-se a tentar criar outro tipo de células, células pluripotentes, a que chamaram ‘quase embrionárias’, com outras características mas que se por um lado tinham o aval das tais comissões de ética, por outro o sistema quando reintegrava as células no organismo tinha efeitos muito malignos.
Agora, a boa notícia, é que cientistas de Harvard concluem que um vírus da constipação poderá ser a chave para a produção de células deste tipo [células pluripotentes ] desprovidas de efeitos secundários graves.
Para o ser humano ignorante que eu sou, a constipação parece ser um vírus completamente inofensivo. Contudo, nem tudo o que parece é. A filha de uma grande amiga minha esteve vários meses em coma, por um vírus que lhe atacou o coração e até o cérebro, e afinal era o vírus influenza, aquilo que eu pensava ser uma gripe a que não se dá muita importância…
Neste caso, fala-se em ‘constipação’.
E vamos salvar vidas?!
A ciência é maravilhosa!

10 comentários:

Farpas disse...

Os adenovirus são o vector ideal para esta acção, já há algum tempo que se falava nesta possibilidade pois em termos de perigo colateral poderiamos ter alguns problemas apenas a nível de diarreias e coisas parecidas, só que quase ninguém (até agora) acreditou que fossem suficientemente resistentes para durarem o tempo suficiente para a introdução no hospedeiro já que estes vírus não possuem envelope celular o que faz com que o corpo os consiga neutralizar "mais facilmente" é um grande mas grande grande passo! Vamos lá ver se é desta que se consegue colocar em prática várias teorias que só precisavam de alguma "coisa" que levasse informação até às células!

Já agora quanto à constipação, o Influenza é como os Humanos, há bons e maus :D não nos podemos esquecer que por exemplo o famoso H5N1 (da gripe das aves) é um mutante do Influenza! É que o Influenza B só aparece nos Homens mas quando falamos do Influenza A já estamos a falar de outro tipo que pode ser encontrado em vários animais e quando eles se cruzam entre si... às vezes dá asneira!

Sem dúvida, a ciência é maravilhosa!!

Emiele disse...

Farpazinho, eu às vezes escrevo umas coisas com um anzol na ponta, na esperança de que «determinados peixes» mordam.
Em coisas de economia, o anzol costuma ser para o Miguel. Hoje, confesso agora, era para ti! estava cheiinha de esperança que deixasses o comentário que deixaste.
'Brigada!!!

king disse...

Eu estou como tu.
Admito imenso essa área do saber, mas os meus saberes são mais ... literários :D
E sabes que estava a ler o post e a pensar exactamente que quem podia dizer umas coisas era o «nosso Farpas»
BINGO!!!

josé palmeiro disse...

Fui tomar banho, e pronto já cá está o Farpas. Bom dia, amigo!
Dizia eu que stáva e acrescento que já deu o seu contributo, a que me associo.
Relativamente aos "influenzas" maus, guardo uma recordação muito triste. Era eu finalista do liceu, há quanto tempo, e um miúdo, estupendo, que era como a nossa esperança, pelo companheirismo e saber estar, que revelava que, no dia seguinte à festa dos finalistas, aparece em coma. Levado para Lisboa,(Hospital de S.ta Maria), veio a falecer. Soube-se, depois que tinha sido um vírus da gripe, que se tinha alojado no encéfalo e que desencadeou uma encefalite, fatal.

sem-nick disse...

Julgo entender que aqui «gripe» e «constipação» têm o mesmo sentido?
É que o vulgo, a constipação é mesmo coisa muito levezinha, espirros, tosse, nariz entupido, mau estar e pronto. A tal gripe, já implica febre, dores no corpo, apasar de também ter muitas vezes os sinais da constipação.
Por aquilo que li aqui, o virus é «influenza» e pode ser traduzidoquer por gripe quer por constipação.
É isso?

Emiele disse...

Olá Zé (desta vez ainda ando por aqui, mas já tenho de sair...)
A história que contas é igual à que eu refiro de uma filha de uma amiga. Esteve 3 meses em coma. Felizmente escapou, mas já lá vai um ano e ainda não está completamente bem. Atacou-lhe o coração e, como no teu caso, o cérebro.

Sem-nick: creio realmente que o virus deve ser o mesmo, numa forma benigna ou mais severa. Julgo eu!

Farpas disse...

sem-nick: Em termos cientificos a gripe e a constipação são bem diferentes, uma é causada pelo Influenza e a outra é uma doença respiratória que na maior parte das vezes é causada por um rhinovirus, sendo que o primeiro é um vírus de DNA e o segundo um de RNA. Em termos populares a constipação é uma gripe pequenina!

Farpas disse...

ah pois é! Gosto mesmo de ciências! É um Mundo genial! :D

Mary disse...

ora aqui está um post instrutivo.
Fui ler o artigo en causa, que dá umas pistas e aqui o Farpas ajuda também.
Se calhar, a jornalista quando traduziu por constipação era capaz de querer falar em gripe ou... influenza!

RS disse...

Mas o que anda aqui a esconder-se é a velha questão do «aborto» (????!!!) Criar células durante dois dias não pode ser equiparado a um aborto, bolas!!!!
Contudo é isso que está latente nessas reservas éticas.